Ernesto Che Guevara. Um homem do futuro

ANISIO PIRES* Soube dizer o músico venezuelano Ali Primera, na música que lhe dedicou: “Comandante Che te mataram, Mas em nós deixaram Para sempre tua memória Gravada em moldes de glória”. Por isso, nos dias 8 e 9 de outubro, todos os homens e mulheres que acreditam que Outro Mundo é Possível, vamos lembrá-lo e … Continue lendo Ernesto Che Guevara. Um homem do futuro

Anúncios

Necessidade da ideologia ao desinteresse ideológico pela história: marxistas e marxianos

JOÃO DOS SANTOS FILHO* Nunca duvidei e também sempre o disse que o stalinismo é um tipo de destruição da razão". Somente não considero correto criticar Stalin apontando, onde pudesse ser descoberto, digamos, um eventual paralelo com Nietzsche, porque por esta via nunca chegaríamos à verdadeira essência do stalinismo. A verdadeira essência do stalinismo, no … Continue lendo Necessidade da ideologia ao desinteresse ideológico pela história: marxistas e marxianos

Fidel Castro, a revolução cubana e a América Latina

LUIZ ALBERTO MONIZ BANDEIRA* Quando o ditador Fulgencio Batista, sem mais condições de manter-se no poder, renunciou durante o réveillon de 1959 e, secretamente, fugiu de Cuba para a República Dominicana, não foi só o seu governo que caiu. Todo o Estado cubano se havia desintegrado e 1959 tornou-se um ano realmente novo. Dias depois, … Continue lendo Fidel Castro, a revolução cubana e a América Latina

Da tese às teses e/ou deslocação e locação do desejo (voto)

CARLOS EDUARDO DE ALENCASTRO* Os filósofos e pensadores são pescadores que foram, antes de tudo, pescados pelas redes dos pensamentos de outros filósofos e pensadores e que eles tratam de aperfeiçoar com inovações que empreendem e que se constituem nas suas próprias redes. Esse pensamento pode estar completamente equivocado, mas, no momento, ele funciona com … Continue lendo Da tese às teses e/ou deslocação e locação do desejo (voto)

Sobre a persistência do reformismo – Revisitando a elaboração de Adam Przeworski

SÉRGIO DOMINGUES* Tão inegável como a crise por que passa o capitalismo, são os graves problemas que atingem setores importantes da esquerda mundial. É o caso do Podemos espanhol, do Syriza grego e do PT brasileiro. Ainda que em ritmos, momentos e com problemas bem diferentes, todas essas forças políticas passam por crises agudas. Uma … Continue lendo Sobre a persistência do reformismo – Revisitando a elaboração de Adam Przeworski

Vale a pena um compromisso militante?

VALERIO ARCARY*   Recebo, de vez em quando, mensagens de jovens que não conheço, pessoalmente, e pelo Facebook me perguntam se ainda é possível a luta pelo socialismo. Percebo que têm aversão à injustiça e simpatia pela causa dos trabalhadores. Mas se interrogam sobre o sentido da dedicação à militância neste século XXI. Vale a … Continue lendo Vale a pena um compromisso militante?

PSTU: os significados de uma ruptura

MÁRIO MAESTRI* Em 5 de julho, em primeira mão, o tradicional Jornal do Comércio de Porto Alegre noticiava a formalização da ruptura organizada, em todo o Brasil, de um número substancial de militantes do PSTU. Dito e feito. No dia seguinte, o “Manifesto pela construção de uma nova organização socialista revolucionária no Brasil”, assinado por … Continue lendo PSTU: os significados de uma ruptura