Palestina – a joia mística

YASSER JAMIL FAYAD * JAMIL ABDALLA FAYAD ** A Nakba é mais que uma data, é um longo processo de vitimização de um povo. É a aparência do fenômeno sionista que não ilude sua essência colonialista, racista e servil ao Império. A Nakba não é uma catástrofe, um incidente terrível, ao contrário, ela foi meticulosamente … Continue lendo Palestina – a joia mística

Árabes – os filhos do deserto: elementos para uma visão sobre o mundo árabe

YASSER JAMIL FAYAD * JAMIL ABDALLA FAYAD ** A península arábica não possui rios cruzando-a, não existem florestas, o deserto entre a parte central e parte mais fértil na costa do Oceano Índico, não possui oásis e rios perenes. Naquela época, Meca não possuía agricultura própria para seu sustento, pois a água permitia somente o … Continue lendo Árabes – os filhos do deserto: elementos para uma visão sobre o mundo árabe

O voo do Pássaro-sol Palestino: elementos para uma visão geral do colonialismo na Palestina

YASSER JAMIL FAYAD * JAMIL ABDALLA FAYAD **   A Questão da Palestina não é, senão, mais uma horrenda e sombria invenção do capitalismo – fruto de sua dinâmica central de acumulação que subordina, espezinha e espreme o sumo, sangue e tutano de tudo o que denomina e o faz periférico. A civilização europeia nunca … Continue lendo O voo do Pássaro-sol Palestino: elementos para uma visão geral do colonialismo na Palestina

Os três fundamentalismos

SERGIO PAULO ROUANET* Analistas têm diminuído a importância de seguidores rígidos do cristianismo e do judaísmo no conflito Usou-se muito a palavra "fundamentalismo" a propósito dos terríveis acontecimentos de 11 de setembro, mas somente para designar o fundamentalismo islâmico. Esse uso é correto, mas limitado. Se quisermos entender a dimensão ideológica da crise, precisamos dar-nos … Continue lendo Os três fundamentalismos

Só falta a Estrela de David?

MARCELO GRUMAN*   Em meados de 2014, quando Israel lançou uma sangrenta ofensiva contra Gaza, matando civis aos montes, incluindo dezenas de crianças, resolvi escrever um texto em que me posicionava contrariamente à ação. Deixava claro que minha identidade judaica nada tinha a ver com Israel, que minhas duas experiências na chamada Terra Santa em … Continue lendo Só falta a Estrela de David?