Migrantes na globalização silenciosa e silenciada

Pe. ALFREDO J. GONÇALVES, cs A globalização tem seus agentes renomados, suas marcas mundialmente conhecidas, seu marketing apelativo e estridente, suas redes capilares entrelaçadas por todo o planeta. Tem também seus novos "caminhos da seda", por onde circulam o volume do capital e o conjunto das mercadorias, ligando o Oriente ao Ocidente, o Sul ao … Continue lendo Migrantes na globalização silenciosa e silenciada

Brasil, um Chile silencioso

MÁRIO MAESTRI* Em janeiro de 1971, com 23 anos, cheguei ao Chile escapando da repressão militar no Rio Grande do Sul, semanas após a posse de Salvado Allende. Inscrevi-me no curso de História do Instituto Pedagógico da Universidade de Chile, um dos centros universitários mais combativos do país. Em Santiago, deparei-me com cenário inacreditável, para … Continue lendo Brasil, um Chile silencioso

Migrante como bode expiatório da economia globalizada

Pe. ALFREDO J. GONÇALVES, cs Duas observações oportunas e pertinentes alertam para o espectro da extrema direita que vem se alastrando por países historicamente democráticos. A primeira vem de um artigo de Demétrio Magnoli, o qual, entre outras coisas, tece alguns traços sobre a trajetória política do primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán. Escreve o autor: … Continue lendo Migrante como bode expiatório da economia globalizada

Ódio e intolerância contra os imigrantes

Pe. ALFREDO J. GONÇALVES, cs Quatro fatores, entre outros, têm contribuído para o aumento dos deslocamentos humanos em termos globais. O primeiro deles está vinculado à crise prolongada da economia capitalista, desencadeada a partir das últimas décadas do século XX e início do século XXI. A crise trouxe desemprego e subemprego em massa, instabilidade socioeconômica, … Continue lendo Ódio e intolerância contra os imigrantes

Religião, violência e loucura no Brasil

JOSÉ LUÍS FIORI* Na segunda década do século 16, o humanista cristão Erasmo de Roterdã sustentou um famoso debate teológico com Martim Lutero sobre a “regra da fé”, ou seja, sobre critério de verdade no conhecimento religioso. Essa batalha não teve um vencedor, mas ajudou a clarificar a posição revolucionária de Lutero, que rejeitou a … Continue lendo Religião, violência e loucura no Brasil

Cuba, democracia e participação popular

CID BENJAMIN* Apontar Cuba como país não democrático, como é feito com frequência no Brasil, é uma injustiça. Lá, os projetos de lei mais importantes são amplamente debatidos pela população, antes de serem submetidos a referendo ou aprovados pelo Legislativo. Não me formei no Brasil, imerso que estava na militância política no fim dos anos … Continue lendo Cuba, democracia e participação popular

Campos de migrantes, prófugos e refugiados

Pe. ALFREDO J. GONÇALVES, cs Se os séculos XVII, XVIII e XIX foram classificados, respectivamente, como Era da Razão, Era das Luzes e Eradas Revoluções, o sociólogo polonês Zygmunt Bauman propõe para o século XX a denominação de Era dos Campos de concentração. Refere-se particularmente às máquinas de extermínio dos regimes totalitários de Hitler, como … Continue lendo Campos de migrantes, prófugos e refugiados